BLOG

  • Juliana Alves

Dicas para superar o medo da morte

Confira dicas para lidar com o medo da morte e tornar o assunto ameno, encarando-o como algo natural e inevitável.

Talvez o medo mais comum entre nós, seres humanos, seja o medo da morte. Afinal, lidar com o desconhecido é sempre um desafio e, nesse caso, cada um encara de maneira diferente.

Geralmente, as principais causas do medo da morte se fundamentam no receio de deixar a família desamparada, de não aproveitar a vida como gostaria, não ter tempo suficiente para realizar seus sonhos.


Se você se identifica, a primeira dica é simples: Independente da sua idade ou circunstâncias de vida, faça o que realmente lhe faz bem. Mesmo que isso inclua algumas decisões difíceis, como sair de um relacionamento, mudar de emprego ou o círculo de amizades. Use esse medo em seu favor, como o motor que lhe levará em direção à felicidade.


Compreenda que a morte é algo natural


Apesar de parecer um ato de frieza, aceite o fato de que a morte é única certeza que temos nessa vida, e não há nada que você possa fazer para reverter e prevê-la. É a lei natural da vida. Tudo, nesse campo material, começa e termina em algum momento.

Mas, isso não deve ser um fator paralisante. Pelo contrário, a compreensão de que todos, sem exceção, temos o mesmo destino é mais um motivo para despertar sentimentos de humildade e solidariedade que devem nortear as nossas ações do dia a dia.


Converse com os seus familiares


Muitas vezes, o medo da morte está diretamente ligado à possibilidade de perder alguém da família ou de fazer com que os seus entes queridos sofram, caso algo lhe aconteça. Por isso, considere conversar sobre esse assunto com os seus filhos, explicando que a morte é algo natural e que, em algum momento, temos de lidar com isso.

O mesmo pode ser feito com os membros da sua família, compartilhando crenças e perspectivas sobre espiritualidade, independente de religião. Além disso, fale sobre o luto e outros pontos que também lhe permitam escutar a posição e preferências dos seus familiares e sirvam para lhe preparar psicologicamente para essa situação.

Da mesma forma, você pode esclarecer as suas preferências em um momento oportuno, se prefere ser cremado ou sepultado, se será um doador de órgãos, além de outros detalhes que considerar relevantes e que, de certo modo, lhe deixem mais tranquilo.


Busque informações e abra a sua mente


Um dos fatores que mais nos causam angústia nesse contexto é que não sabemos o que acontece quando morremos. E a verdade é que ninguém sabe, mas isso não significa que não vale a pena ir atrás de informações ou ainda conhecer abordagens espiritualizadas.

Se torna recomendável ainda que se leia livros religiosos, obras filosóficas, artigos sobre o assunto e tudo o que possa muni-lo de informações para que, assim, você possa ponderar e quem sabe chegar às suas próprias conclusões. Ademais, adotar novos rituais e se permitir ter experiências do bem são iniciativas que podem transformar o seu modo de viver e a sua visão sobre a morte.

Quer receber outras informações sobre esse assunto? Nos encaminhe um e-mail através do endereço atendimento@funerariasanmatheus.com e faremos o possível para auxiliá-lo.

Telefone Funerária San Matheus
E-mail Funerária San Matheus

Copyright © 2020 Funerária San Matheus