BLOG

  • Cláudia Lima

Funerais Curiosos pelo Mundo


Quando o assunto são costumes e crenças sobre a morte, quem é capaz de apontar o que pode ou não ser considerado estranho e peculiar?

A resposta correta é: ninguém. Afinal, cada cultura possui sua própria maneira de compreender e lidar com o sobrenatural.

Enquanto para alguns povos a morte pode ser algo muito pessoal e perturbador, para outros ela pode se tornar uma cerimônia pública de acolhimento e espiritualidade.

Assim, conhecermos o modo como cada sociedade lida com seus mortos pode ser uma maneira incrível de aprendermos sobre seus costumes, hierarquias, artes e, claro, religião.

Então, que tal descobrirmos um pouco mais sobre alguns desses costumes tão diferentes para nós, mas tão óbvios para seus praticantes? Se você gostou da ideia, permaneça conosco durante este artigo e conheça três funerais curiosos pelo mundo!


O incrível e amoroso ritual Ma'nene


Diversos povos e culturas possuem maneiras bastante peculiares de enterrar ou cremar seus mortos.


No entanto, um grupo de indígenas da Indonésia, país asiático muito conhecido por suas praias paradisíacas e vulcões sempre em atividade, prefere seguir na contramão: eles os “ressuscitam”.


Os Torajans (conhecidos também como o “povo das terras altas”) são uma população centenária, formada por mais de um milhão de pessoas.


Esse grupo entra para a nossa lista de funerais curiosos pelo mundo graças ao seu costume de retirar os cadáveres de seus familiares dos túmulos a cada três anos e realizar novas cerimônias, que consistem em desfiles abertos no meio da cidade.


Vistos como uma forma de homenagear a memória dos entes queridos, tais desfiles fazem parte do ritual conhecido como Ma'nene, ou “purificação dos corpos”. Durante esse processo, as roupas dos mortos são trocadas, eles são limpos e passam um tempo ao lado de seus amigos e parentes.


A ideia é que o processo de mumificação pelo qual esses corpos passam seja refeito, mantendo-os em bom estado por muitos e muitos anos.


As belíssimas contas da Coreia do Sul


Com pouco mais de 100.000 km² de área total (cerca de 10% do tamanho do estado do Mato Grosso) a Coreia do Sul pode ser considerada uma nação relativamente pequena.


No entanto, sua população ultrapassa os 50 milhões de habitantes, que se aglomeram na parte menos montanhosa.


Logo, a conta de pouco espaço e muita gente resulta em um problema complicado de se resolver: onde sepultar seus mortos?


Para solucionar essa questão, o governo sul-coreano aprovou uma lei no início dos anos 2000, declarando que todos os túmulos de pessoas enterradas na região devem ser removidos após 60 anos.


O resultado foi um aumento no número de cremações e, como forma de manter o respeito pelo mundo sobrenatural e pelos ancestrais, a transformação das cinzas em contas, ou seja, pequenas pedras coloridas, semelhantes às miçangas.


Essas pedras podem então ser colocadas em vidros, transformando-se em objetos decorativos, ou ainda penduradas em jóias e acessórios, como uma maneira de trazer a memória dos que já se foram para mais perto.


A grande virada dos ossos


O povo Merina, natural da ilha de Madagascar, entra para a lista de funerais curiosos pelo mundo por conta de seu ritual chamado Famadihana, algo como “a virada dos ossos”.


Nesse caso, a cada sete anos os corpos enterrados na região são exumados de suas criptas ancestrais e passam por um novo processo mortuário, onde têm seus panos e vestes trocados por novos.

Até aí não vemos nada de tão diferente, certo?


Porém, esse processo acontece ao mesmo tempo em que seus entes queridos tocam instrumentos, celebram a vida, oferecem um enorme banquete e dançam com os corpos. Na sequência, o enterro acontece novamente.


Essa tradição tão peculiar é uma forma de manter a conexão entre os vivos e os mortos, já que os Merinas acreditam que uma pessoa falecida não descansa após sua morte até que seu corpo esteja totalmente decomposto, podendo se comunicar com quem ficou na Terra durante esse período.


Se você está em busca de uma empresa funerária série e com anos de mercado, entre em contato com a Funerária San Matheus!


Entre em contato:


(61) 4042-7199 Plantão 24 horas

atendimento@funerariasanmatheus.com

Estamos sempre prontos para lhe ajudar no que for preciso!

Posts Relacionados

Ver tudo