top of page
Image by Danilo Batista

BLOG San Matheus

  • Foto do escritorSan Matheus Funerária

Você sabe o que é um Jazigo?

Mesmo que todo mundo precise passar por esse momento em alguma fase da vida, ninguém está totalmente preparado para receber notícias sobre um ente querido que se foi.


Mas, abordar alguns assuntos antes mesmo desse momento chegar é muito importante para entender algumas situações e tomar decisões mais assertivas quando isso acontecer, principalmente quando falamos sobre questões que envolvem burocracia.

Jazigos no DF

Um grande exemplo é saber um pouco mais sobre o jazigo, os principais tipos e como adquirir, e como esse tema não é tão simples de ser compreendido, é importante pesquisar e analisar qual a melhor opção para a sua família.


Pensando em te ajudar, hoje trouxemos alguns conceitos e informações essenciais sobre o jazigo, o que é e quais os tipos que existem. Confira a seguir:


O QUE É UM JAZIGO?


Dentro dos cemitérios, independentes de serem espaços privados ou públicos, podemos encontrar diversas construções que são destinadas ao sepultamento de entes queridos.


Os locais onde os caixões ficam são chamados de jazigos, ou túmulos, como são mais conhecidos. Os jazigos podem ter uma construção por cima deles, como uma pequena capela, que passa a ser chamada de mausoléu. Essa construção só pode ser feita pelo proprietário do jazigo.


De acordo com as características do cemitério, os jazigos podem ser feitos de forma horizontal, vertical, ecológicos ou parques. Com isso, os jazigos horizontais são aqueles que ficam subterrâneos. Os verticais ficam erguidos um sobre o outro.


Em cemitérios estilo parque ou ecológicos, os jazigos geralmente são subterrâneos, e na parte de cima deles, é coberto de grama. Mesmo que o propósito deles sejam iguais, cada um possui uma história diferente, e cada família pode decidir qual tipo de jazigo atende às suas necessidades.


TIPOS DE JAZIGOS QUE EXISTEM

Hoje em dia podemos encontrar dois tipos de jazigos diferentes: o temporário e o perpétuo.

  • No jazigo perpétuo, você o compra e possui posse sobre o jazigo. Ele poderá ser passado para as próximas gerações, mas é preciso expressar esse desejo através de um documento oficial. Assim, os próximos parentes e entes queridos poderão ser sepultados no mesmo jazigo. O custo desse espaço comprado pode variar de acordo com cada cemitério, com o tamanho disponível e com o número de espaços.

  • No jazigo duplo, você pode encontrar até 8 espaços, 4 de cada lado, mas apenas 6 dessas gavetas geralmente ficam disponíveis para receber as urnas, enquanto outras preservam os ossos.

  • Nos jazigos especiais, você encontra até 4 espaços disponíveis que seguem esse mesmo padrão, com três lugares para colocar caixão e um para colocar os ossos.

  • Já nos jazigos simples, é possível encontrar 3 gavetas, duas para o caixão e uma para os ossos.

  • jazigo temporário, como o nome diz, funciona em forma de aluguel, onde você paga pelo espaço por um período determinado. Esse período pode ser de 3 a cinco anos, dependendo do cemitério. Durante esse tempo, o corpo que foi sepultado deve ser exumado para ser armazenado no caixão, e então ser transferido para o ossuário. Com isso, o cemitério pode alugar esse local outra vez.

Agora que você entendeu o que é jazigo, como funcionam e quais os tipos existentes, acesse o nosso Blog para ler e conhecer mais sobre diversos assuntos.

 

Em momentos difíceis como a perda de um ente querido, deixe que nos preocupamos com e por você de forma humanizada e profissional.


A funerária San Matheus está sempre disposta a oferecer o melhor serviço funerário. Ficou alguma duvida? Entre em contato conosco e conheça mais sobre o nosso trabalho.


Posts Relacionados

Ver tudo

Comments


bottom of page