BLOG

  • Juliana Alves

A partir de qual idade é recomendado fazer um plano funerário?

A morte é inevitável e não podemos prever em que momento acontecerá, mas se conseguíssemos, dificilmente poderíamos nos preparar emocionalmente para ela. Contudo, por meio dos Planos Funerários, podemos planejar uma despedida que não exponha nossos familiares às burocracias e aos custos elevados dos procedimentos fúnebres, que se somariam à própria dor da perda.

Nesse sentido, existe a dúvida de quando seria o momento adequado para iniciar esse planejamento ou a partir de que idade seria recomendado fazer um Plano Funerário.

Continue lendo para saber mais detalhes sobre o assunto.


Demandas que acompanham o momento da perda


Como foi dito, não podemos prever o momento da morte, mas sabemos que esse momento chegará. Assim, apesar de esse assunto exigir uma certa sensatez, se o tratarmos como um tabu, poderemos nos deparar com uma série de demandas em um momento de fragilidade, como:

Burocracias relacionadas a registros em cartório;

Definições para o translado do corpo;

Embalsamento; e outras técnicas

Velório;

Sepultamento ou cremação.

Todos esses processos exigem atenção, tempo e também dinheiro. Com valores que, sem um Plano Funerário, podem variar entre R$ 2700,00 e R$ 60 mil. E, muitas vezes, por se tratar de um momento difícil para tomar decisões, os familiares acabam pagando por preços que não correspondem à qualidade do serviço e nem a homenagem que se pretende prestar ao ente querido que se foi.


Idade recomendada para fazer um Plano Funerário


Em vista disso, fazer um Plano Funerário é a melhor alternativa para esse momento, de modo que a família encontre suporte para as decisões e para que haja um planejamento evitando possíveis embargos nesses processos.


Porém, você pode se perguntar: Não é cedo demais para decidir sobre algo tão inimaginável e Importante? Ou qual seria a idade recomendada para fazer um Plano Funerário?


Eu já adianto que quanto antes se começar a pensar sobre essas questões, mais tempo se tem para decidir sobres as opções possíveis, evitando os imprevistos.


Esse assunto exige uma maturidade que comumente adquirimos com o passar dos anos e mediante necessidades que se apresentam com o envelhecimento dos parentes mais próximos.

Dessa forma, é interessante e desejável que se pesquise sobre os diferentes planos e suas variações das mais diferentes naturezas que podem ser individuais ou familiares até limite de idade e quantidade de pessoas, buscando adaptar ao seu perfil.


Como funcionam os Planos Funerários

Podemos notar que os Planos Funerários são diversos e podem ser feitos por meio de seguradoras, que oferecem serviços como seguro de vida, ou por meio de empresas de assistência funerária especializadas, por meio do pagamento de uma taxa fixa mensal.

É importante destacar que existe uma diferença entre o auxílio funerário e a assistência funerária.

Uma vez que o primeiro reembolsa o valor, como um seguro, por meio da apresentação das Notas Fiscais, e o segundo compreende as prestações de serviços que podem ir desde o registro em cartório até o sepultamento, a depender do plano contratado.

Portanto, é importante atentar-se aos mais variados aspectos no momento de escolher um plano, considerando a homenagem que será prestada e o respeito pela dor dos familiares em um momento tão difícil.

Para saber em qual plano melhor se encaixa o seu perfil e descobrir outras formas de homenagear os seus entes queridos, entre em contato conosco pelo telefone (61) 4042-7199. Ou ainda, através do e-mail atendimento@funerariasanmatheus.com para receber mais informações.

Telefone Funerária San Matheus
E-mail Funerária San Matheus

Copyright © 2020 Funerária San Matheus