top of page
Image by Danilo Batista

BLOG San Matheus

  • Foto do escritorSan Matheus Funerária

Dúvidas frequentes sobre o Translado terrestre para o funeral

Em geral, ninguém espera pelo falecimento de um parente ou ente querido, o que não significa que não devamos estar preparados.


Sabendo que a informação ajuda neste momento de dor tão difícil, a funerária San Matheus preparou um texto respondendo as principais dúvidas sobre o translado terrestre do corpo para o funeral.


Estar bem informado facilita o processo do velório, do funeral e do enterro, pois, em geral, existem diversas tarefas simultâneas que devem ser cuidadas para que o seu ente querido tenha uma despedida feliz.



A San Matheus oferece serviços de Translado aéreo e terrestre.

COMO É FEITO O TRANSPORTE DE CORPO PARA O FUNERAL?

É possível que a pessoa falece em local distante, ou até mesmo em estado ou em outro país, de modo que precise ser transportada até o local do velório ou da cremação.

O translado pode ser usado quando há necessidade de mudar o falecido de um cemitério para outro.
Existem algumas burocracias necessárias a serem cumpridas a depender de onde o corpo se encontra. Saiba as principais.

TRANSLADO INTERMUNICIPAL

Ocorre quando o falecido será transportado de um município para o outro, mas ainda no mesmo estado da federação.

Neste caso deverão ser respeitadas as legislações municipais de cada cidade.

TRANSLADO INTERESTADUAL

É o transporte de um estado para o outro, sendo aplicadas normas estaduais, não sendo exigido nenhum documento além dos que são requeridos no translado municipal.

No entanto, caso seja preciso o transporte aéreo é exigida a ata de embalsamento.

TRANSLADO INTERNACIONAL

O mais burocrático e custoso, visto que a burocracia dependerá do país onde o corpo está bem como das regras internacionais aplicáveis.

Podem ser exigidos documentos, como atestado de óbito original, laudo médico sobre a conservação ou embalsamento, atestado indicando a ausência de doença contagiosa entre outros.
Quais são os processos de conservação?

Em geral, são utilizados conjuntos de técnicas para garantir que o corpo seja transportado em boas condições até o local do enterro e do velório.

São mais usadas frequentemente duas técnicas. Saiba mais.

  • Tanatopraxia

Através de uma injeção de formol o corpo é temporariamente preservado por até 48 horas, garantindo o seu transporte.
  • Embalsamento

Destinado a casos onde já o intervalo de tempo entre o falecimento e o sepultamento for maior do que 48 horas.

COMO FUNCIONA O TRANSPORTE DE MORTOS POR DOENÇAS INFECCIOSAS

No entanto, por determinação da OMS e do Ministério da Saúde, é proibido o deslocamento de corpos vitimados por doenças contagiosas, como uma forma de evitar o contágio e obter controle sanitário.
Quanto custa o traslado terrestre?

Como visto, os custos dependerão não somente da distância, mas também se o traslado será intermunicipal ou interestadual, isto porque serão aplicáveis diferentes taxas e impostos.

Em alguns casos, onde a distância é maior, especialmente entre estados, o custo pode ser bem elevado, por isto é importante contar com uma funerária de confiança.
Conheça os nossos serviços.
 

Conte com todo o apoio e logística da funerária San Matheus. Entre em contato conosco pelo telefone: (61) 4042-7199 ou se preferir, pelo WhatsApp.


San Matheus, serviços funerários humanizados.
San Matheus, serviços funerários humanizados.

Posts Relacionados

Ver tudo

Comments


bottom of page